Imprima a letra do jeito que quiser, este quadro não irá aparecer na impressão.


Voltar
Escolher fonte: Trebuchet MS Verdana Arial Times News Roman Courier New Comic Sans
Tamanho da fonte: A+ A-
Imprimir

Olho na Letra

De Rios e Sonhos

Cassiano mendes


Ausências rebrotam nos rios que nascem em mim, boiando na força estradeira – caudal a andejar... Os rios conduzem penares de nunca volver, sentindo, por terras estranhas, meu triste sonhar. Um sonho norteia meus rumos – um dia volver – tornando, de pronto, a meus rumos e sonhos de aqui... ... que um dia deixei pra viver, nas léguas sofridas, o pouco do muito que tive... que tive e perdi... As águas levam meus sonhos - ausências largas... ...deixando um pouco de mim na corrente... ...crescente, barranca, espuma, camalotal, ponteiro e tropa cruzando vau, velhos recuerdos de ausente... Rever meu rio... novamente quero escutar o som das águas... sentir o sol queimar meus pés na areia quente. Revendo meu rio novamente - voltar a sonhar... ...em brancas espumas dançando revolto o meu ser... ...tentando entender a razão que me fez ir embora, buscando no rio – meu agora – razão pra viver...