Imprima a letra do jeito que quiser, este quadro não irá aparecer na impressão.


Voltar
Escolher fonte: Trebuchet MS Verdana Arial Times News Roman Courier New Comic Sans
Tamanho da fonte: A+ A-
Imprimir

Olho na Letra

Os pássaros também são mc´s

Cachorro Magro S/A


Na cultura onde nada é estático, O milagre do regime cosmocrático, O livro verde do hip hop comunhão, A terapia para quem sofre de civilização, Moinhos de água, fogo, terra e vento, Regendo o movimento de quatro elementos, Onde as obras do grande artesão T êm a liberdade de expressão Irmão sol, irmã lua, na cultura de rua, Me fizeram ver além de tudo aquilo que eu já vi, I rmão sol, irmã lua na cultura de rua, Me ensinaram que os pássaros também são mc´s Oceanos b.boys dançando a dança, A supernova que renova a aliança, Na pista xadrez, os passos da bi-polaridade, Rios que correm pela chama da verdade, Abra a roda para a crew natureza, Partículas mutantes, quanta beleza! O break acompanha o pulsar do coração, No ventre eu vejo a coreografia do embrião Viva a biodiversidade colorida, O divino spray, pintando os muros da vida, Várias faunas, floras, humanidade mista, mista, Criaturas mil, nos traços do artista, O criador grafita a paisagem E o menino deixa nas paredes a mensagem, Olhos de todas as cores abrem o leque, Lendo as estrelas, como se lê um tag A chuva é a chave da discotecagem, O nde trovoadas são scratchs e colagens, Nos toca-discos, o dj anima a festa, Rolando o som dos habitantes da floresta, Produtora inteligência, de quem sabe samplear Batidas pesadas, que se espalham pelo ar, Na terra, o vinil reflete a luz celestial, Equilibrando a musicalidade universal Irmão sol, irmã lua, na cultura de rua, Me fizeram ver além de tudo aquilo que eu já vi, Irmão sol, irmã lua na cultura de rua, Me ensinaram que os pássaros também são mc´s No palco planetário, cada rapper improvisa, Do canto das baleias à cigarra poetisa, Do free style aéreo das aves em cena, Ao beat Box que faz eco no sistema, r.a.p., vírus verbal da sapiência, É o big bang que expande a consciência, O microfone capta a rima silenciosa, Da semente que um dia será rosa Nesta posse, cromossomos manos, Erupção vulcânica do calor humano, O sangue tem a cor da revolução, E também, a resistência do pinheiro ancião, No comunitário, a formiga é uma mestra, Sorriso de criança vale uma palestra, Na casa do pai há varias moradas, Galáxias, mundos, guetos e quebradas. Vejo a arte na evolução da mão Que inventou a roda e bateu lata na estação, Ao som do box que não para de tocar, Vivemos o matrimônio entre as ondas e o mar, O princípio da inteligência eu encontrei No tênis, no vinil, no microfone e no spray, As águas vivas do amor universal, H2o, hip hop original. Irmão sol, irmã lua, na cultura de rua, Me fizeram ver além de tudo aquilo que eu já vi, Irmão sol, irmã lua na cultura de rua, Me ensinaram que os pássaros também são mc´s